fbpx

Saiba as diferenças entre assinaturas: eletrônica X digital

A mudança tecnológica das últimas décadas transformou profundamente a sociedade e como nos comportamos. Diversos conceitos foram criados e novas estratégias a fim de acomodar o ambiente virtual. Muitas tarefas e atividades passaram do plano físico para ficarem disponíveis também no mundo digital, uma dessas tarefas é a forma de assinar documentos que atualmente pode ser feita de forma digital ou eletrônica. Quer entender mais sobre as diferenças entre assinaturas?

Neste texto vamos mostrar tudo para você! Primeiramente, explicaremos qual o conceito de assinatura digital e eletrônica. Posteriormente, mostraremos as diferenças e os usos de cada uma das assinaturas. Confira!  

O que é assinatura eletrônica?

A assinatura eletrônica é mais abrangente, isso porque ela se refere aos métodos de identificação e validação de um documento. Logo ela pode estar em diferentes formatos: impressão digital, senha, escaneamento de uma assinatura feita a mão e outros. A diferença entre essa assinatura e outras é o fato do seu uso ser indicado para processos mais elementares e atividades do dia a dia, como os downloads de aplicativos.

O que é assinatura digitalizada?

Esse tipo de assinatura está ligado à uma criptografia oficial digital que conecta-se estritamente a um documento. Portanto, se o documento for alterado com uma frase, uma palavra, uma pontuação ou até um espaço a mais, a assinatura perde sua legitimidade. A diferença entre essa assinatura e outras é a necessidade de um certificado legal de uma instituição oficial aprovada, no qual tem que ser usado apenas em um dispositivo com tempo de validade (de 1 a 3 anos).

Para obter tal documento é necessário pagar as taxas requeridas, coletar dados como imagens, escolher o método de identificação e usar documentos e biometria e vinculá-los a uma chave criptográfica. Em razão da sua complexidade funcional, ela tem mais autoria e reconhecimento jurídico.

Quais as diferenças entre assinaturas: Digital X Eletrônica?

Os dois métodos, apesar de parecidos, possuem diferenças em várias questões: como a autoridade, eficácia e modo de uso.

Autoridade: a validade jurídica é maior na assinatura digital pois sua segurança é mais protegida por diversos recursos, como os dados biométricos e o certificado digital.

Eficácia: ambas são efetivas, mas cada uma é mais competente para certas áreas. A assinatura eletrônica é mais frequente em processos simples ou tarefas do dia a dia que requerem menor trabalho e menor autoria. Já a assinatura digital é pedida em processos complexos como comunicação com o governo, devido ao seu alto custo, alta demanda de tempo e a grande autoria.

Modo de uso: Na assinatura eletrônica você só precisa de uma prova que ambas as partes estavam de acordo e o preenchimento com senhas, fotos ou outro método; enquanto na assinatura digital o uso é mais complicado, pois você pode escolher apenas um dispositivo de reconhecimento, não pode modificar o documento, sem contar as burocracias como o certificado e a vinculação dos dados pessoais.

Ao longo desse texto explicamos diferenças entre assinaturas feitas eletronicamente. Mostramos os usos indicados, os diferenciais e eficácia para você entender qual se adapta mais a seu documento e ao seu caso. Portanto, é evidente a necessidade de conhecê-las e montar um documento seguro e apto para as necessidades individuais de cada um.

Gostou das nossas informações sobre as assinaturas digitais e eletrônicas? Venha conhecer o sistema da Go Contratos e se surpreenda com tanta inovação e modernidade.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: